Thursday Julho 18, 2024
RÁDIO CASIMIRO - Logo

PARLAMENTO ANGOLANO ADMITIDO COMO MEMBRO DA FRANCOFONIA.

A Assembleia Nacional (AN) foi admitida, em Montreal (Canadá), como membro de pleno direito da Associação dos Parlamentos da Francofonia, durante a 49ª assembleia da organização. A admissão do Parlamento angolano aconteceu segunda –feira, em Montreal, Canadá.

O processo de admissão ao grupo dos parlamentos da francofonia começou em 2023, aquando da participação da presidente da Assembleia Nacional, Carolina Cerqueira, na assembleia realizada em Abidjan, Côte d’Ivoire.

Carolina Cerqueira considera a admissão como o resultado da dinâmica diplomacia parlamentar da Assembleia Nacional, que se junta assim ao extenso grupo de parlamentos dos países de expressão francesa no mundo, o que permitirá uma partilha de posições comuns a favor da paz, da cooperação mutuamente vantajosa e da aproximação entre os povos falantes da língua francesa.

A líder do Parlamento angolano apontou ainda como um voto de confiança à competência e à qualidade das posições da Assembleia Nacional na busca de consensos nas negociações para a consolidação da democracia parlamentar.

Carolina Cerqueira adianta que Angola tem pontos comuns com os países da francofonia no quadro de políticas de desenvolvimento sustentável, mudanças climáticas, integração social e desenvolvimento dos países da região.

Composição da Assembleia Parlamentar da Francofonia

A Assembleia Parlamentar da Francofonia (APF) é uma organização interparlamentar composta por 90 secções formadas por parlamentos e organizações interparlamentares, que têm em comum a língua francesa. Actua como assembleia consultiva da francofonia.

A Organização Internacional da Francofonia (OIF) é uma organização internacional que representa países e regiões onde o francês é uma língua franca ou língua costumeira. A OIF possui 88 Estados e Governos membros, dos quais 54 de pleno direito, 7 associados e 27 observadores.

A organização, criada em 1970, tem como lema “igualdade, complementariedade e solidariedade” e concentra as suas actividades em cinco principais programas de cooperação, nomeadamente liberdade, democracia e desenvolvimento, cultura e comunicação, conhecimento e progresso, economia e desenvolvimento, bem como a francofonia no mundo.

Visitas38

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *